Quando é recomendável a utilização de um Servidor Dedicado

O mundo está indo em direção à Nuvem, e nada pode pará-lo, a evolução é assim, porém ainda há situações onde precisaremos acessar o hardware puro. Seja para aproveitarmos melhor do hardware, ou para construir sistemas virtualizados e isolados, o servidor dedicado ainda tem muita utilidade. Vamos listar aqui algumas aplicações que tem melhor desempenho quando rodados diretamente contra o hardware, e outras onde utilizaremos a virtualização como aliada para tirar o máximo de proveito do nosso servidor. Além disto vamos falar também de algumas vantagens associadas ao servidor dedicado.

1. Banco de Dados SQL / MYSQL / Outros Bancos de Dados

Quando se fala em banco de dados, há três cenários possíveis, quando você precisa performance, quando você precisa resiliência, e quando você precisa das duas.
No caso da performance, o servidor dedicado ganha, pois rodando o servidor de banco de dados diretamente no hardware, aceleramos o processamento e capacidade do nosso banco, melhorando consideravelmente tempos de resposta, desde que a configuração do mesmo esteja alinhada com o hardware do server.
No caso da resiliência, podemos elevar a mesma instalando um virtualizador dentro dele, e dentro deste criar várias vms formando um cluster de banco de dados, inclusive colocando cloud servers fora do nosso servidor dedicado como parte do cluster, você poderá balancear a carga do seu server e além disto criar um ambiente altamente redundante.
Quando a questão é de alta criticidade, onde precisamos o melhor nível de performance e resiliência máxima, podemos ter dois ou mais servidores dedicados em cluster, o que garantirá que nossa aplicação nunca fique fora do ar.

2. Ambientes de Teste / Staging / POC

Vamos supor que sua empresa desenvolve software, e está constantemente testando novas tecnologias. Você precisará de um ambiente altamente flexível que permita a criação e destruição rápida de elementos. O servidor dedicado é perfeito para isto, pois instalando uma solução como VMWare ESXi ou Docker, você poderá criar “imagens” de cada ambiente a simular, clonar, configurar e destruir quantas vezes você quiser, num ambiente seguro, antes de entregar o produto final para o cliente.

3. Redução de custos

Se você já conta com um ambiente local onde hospeda seus servidores virtuais, você já sabe que ter seu ambiente de virtualização é oneroso, pois além de manter o serviço funcionando, também existem taxas de manutenção de hardware, upgrades, ativos de rede para disponibilizar o serviço, energia, dentre outras despesas que deixam a conta bem alta e difícil de entender. Quando você contrata um servidor dedicado com virtualização para migrar seu ambiente, você só faz o upload das suas instâncias, e o resto é por conta da SAN. Nosso ambiente redundante de rede e energia manterá seu serviço disponível e você acabará reduzindo seu custo e aumentando sua produtividade.

4. Liberdade

Em ambientes compartilhados, você não pode instalar o que você quiser, você está engessado na estrutura que a empresa entrega. Isto é padrão de mercado, e muitas vezes o ambiente fornecido é mais do que suficiente. Mas, se eu quiser configurar meu sistema operacional de uma maneira especifica? Minha aplicação precisa utilizar uma VPN para se comunicar com os nossos clientes, como faço? Preciso que meu servidor conecte num Storage Remoto com segurança, o que fazer? Todas estas perguntas, são perfeitamente válidas, são de clientes com um nível mais avançado de utilização, que precisa criar ou configurar uma solução totalmente segura e compatível com o ambiente atual que ele usa. Para todos estes casos, o servidor dedicado é a melhor opção, pois só nele você consegue instalar todas as aplicações e efetuar as configurações necessárias para o correto funcionamento da sua aplicação, e caso você precise, pode escolher dentre muitas opções de sistemas operacionais e soluções prontas acelerar a implantação e atender seu negócio.

==
Autor: Guillermo Elia | Última atualização: 10-01-2017

Este artigo lhe foi útil?